Segunda-feira, 11 de Outubro de 2010

Cães de guarda (1)

Muitos donos procuram um cão de guarda para se sentirem protegidos na sua casa. Seleccionados ao longo de séculos para guardar território e proteger os donos, os cães de guarda parecem ser a opção ideal para manter os intrusos afastados, mas, na verdade, ainda há muitos conceitos por desmistificar.

 

Cão de Guarda vs Cão de Alerta


Existem algumas diferenças entre cães de guarda e cães de alerta. Os cães de alerta são animais que na presença de intrusos, ladram, dando sinal ao dono. A grande maioria destes cães não são contudo capazes de defender o território ou pessoa, uma vez são geralmente pequenos e podem ser facilmente dominados.

Os cães de guarda são cães que pela sua desconfiança em relação a estranhos e pelo seu porte, fazem frente a intrusos, impedindo fisicamente, recorrendo a métodos diferentes, a entrada deste no território que guarda.

Existem contudo cães de guarda que são também cães de alarme, por terem um porte significativo e por serem bastante vocais.

Em alguns casos, um cão de alarme é suficiente para proteger um apartamento, moradia, quintal ou mesmo um território mais vasto, desde que o intruso não consiga identificar o tipo de cão que ladra. Esta identificação tem de ser visual, pois o tom de voz dos cães não permite uma identificação clara do porte. Ou seja, existem cães pequenos com uma “voz grossa” e cães de porte maior, que possam emitir um som mais agudo.

 

Cão de Guarda vs Sistema de Alarme


Um cão de guarda só deve ser adquirido se desejar um novo membro na família. Se apenas necessita de proteger o perímetro de determinado local, está melhor servido com um sistema de alarme que a longo prazo se torna mesmo mais económico (não há contas do veterinário, ração, treino, etc.).

Os cães de guarda necessitam de interacção com o dono. Apesar da função dos cães de guarda os tornar diferentes dos cães de companhia, a verdade é que um cão precisa sempre do dono. Ou seja, se o cão tiver acesso a um espaço limitado, este tem de ser passeado. Mesmo os cães de guarda gostam de brincar com o dono e nem mesmo os mais independentes dispensam tempo com a família.

 

                                   (continuação do post num outro post)

publicado por gatinhafofa às 22:28
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De T a 13 de Outubro de 2010 às 15:24
Acho muito.. inconveniente (para não chamar outro nome) a estas definições.
São animais, sendo eles capazes de afastar outras pessoas do território dos donos ou não, que precisam de atenção e carinho.
Isso não será uma espécie de discriminação relativamente a raças?!
Suponho que o interesse principal deste blog não é esse.. Portanto aconselho a ter cuidado com a forma como expõe os post's


De gatinhafofa a 13 de Outubro de 2010 às 19:03
ok ok ok ok obrigada pelo conselho mas eu acho que por enquanto ainda sei o que faço.


De Mags a 22 de Outubro de 2010 às 15:45
São MESMO os nossos melhores amigos. Não só nos fazem companhia, como nos avisam e nos ajudam nos momentos de perigo!
Por isso é que muitas vezes digo que prefiro estes nossos amigos de 4 patas aos humanos. :) É que os cães são sinceros, se não gostam de alguém dizem logo, os humanos não, são cínicos e hipócritos!
Gostei muito do blog, beijinhos e continua o bom trabalho!


De gatinhafofa a 22 de Outubro de 2010 às 16:51
Obrigada pelo teu comentario doce amiga,volta e comenta sempre que quiseres. Mil beijinhos!!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Cachorrinhos

. Peixe espada preto

. classificação dos gatos

. Ratos curiosos

. Cuidados a ter com os esq...

. Urso polar e desculpem!

. Dar banho ao seu cão

. Imagens de focas

. As focas

. coruja-das-torres (2)

.arquivos

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.Visitas

contador gratuito
blogs SAPO

.subscrever feeds