Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011

Cuidados a ter com os esquilos (2)

Alojamento

 

O bem-estar de qualquer animal em cativeiro passa sem dúvida alguma pelo alojamento, e os esquilos não são excepção. Como todos sabem, os esquilos são animais de grande actividade passando grande parte do dia a correr e a saltar, sendo para isso necessária uma gaiola espaçosa com ramos, cordas, etc. Essa actividade é vital nos esquilos pois faz parte do seu instinto natural, e como tal deve de ser simulado o mais possível o seu habitat. Para isso, a gaiola pode ser decorada com pinhas, feno no fundo da gaiola (que faz bons esconderijos), ramos, etc., tudo depende da criatividade do dono.


A gaiola poderá ser de interior ou de exterior, devendo de se ter sempre em conta que se deve cimentar o fundo da gaiola de exterior, pois os esquilos (principalmente os Siberianos) podem fugir facilmente escavando um buraco no chão. Quando a gaiola não tem as dimensões necessárias pode provocar stress nos esquilos, o que os leva facilmente à morte.


Para além dos “entreténs”, a gaiola deverá de ter também um ninho com um pouco de feno. O ninho tem várias funções, uma delas é proporcionar um local de abrigo para descansar, funcionará também como esconderijo em caso de “perigo” o que é muito importante para evitar o stress, e por ultimo serve-lhes como armazém, onde guardarão alimento no Outono como reserva para o Inverno. Em caso de ter mais de um esquilo, é aconselhável colocar mais de um ninho, evitando assim brigas por disputa de território.

Higiene

 

Os esquilos são animais muito asseados fazendo as suas necessidades sempre no mesmo local, normalmente no canto oposto ao do ninho e da comida. Isso facilita bastante a manutenção da gaiola sendo apenas necessário limpá-la, uma vez por semana. No entanto, convém ir limpando o local das necessidades com mais brevidade evitando maus cheiros principalmente no Verão. Como forro absorvente do fundo, pode ser colocado areia para gato sem perfume ou aparas de madeira.

                                                               (Continuação do assunto num outro post)

publicado por gatinhafofa às 06:38
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Novembro de 2010

Cuidados a ter com os esquilos (1)

Nos dias que correm os esquilos começam a ser cada vez mais conhecidos como uns dos novos animais de companhia exóticos. No entanto, são roedores com necessidades e comportamentos muito próprios diferindo bastante em relação á grande maioria dos roedores.

 

Alimentação

 

A alimentação é um dos factores de maior importância para manter os esquilos de boa saúde e com forças para toda aquela actividade enérgica bem característica destes pequenos roedores. Na natureza, os esquilos têm uma alimentação muito variada consumindo sementes, flores, cogumelos, etc. Em cativeiro, uma boa alimentação passa por uma ração a mais variada possível, acompanhada por pequenos complementos.

Nunca se deve de dar comida de papagaio aos esquilos, pois para além de ser muito calórica devido à quantidade de sementes de girassol, também é muito incompleta face ás suas necessidades.

Actualmente pode-se encontrar com facilidade rações próprias para esquilos. Estas rações são constituídas por uma mistura de sementes e frutos secos (amendoins, avelãs, alfarroba, sementes de girassol, fruta seca, etc.), sendo esta a alimentação base que deve estar sempre à disposição do animal. Como complemento da alimentação principal, deve-se colocar fruta (maçã, pêra, uvas, laranja, etc.) com alguma frequência e uma pequena guloseima. Essa guloseima pode ser amendoim, avelã, amêndoa, pinhão, castanha e noz, tudo com casca, pois ajuda ao desgaste dos dentes, factor esse que é vital nos roedores. As guloseimas, são também um dos factores essenciais na domesticação de um esquilo, ajudando a criar um laço de afecto entre dono e animal. Dando todos os dias, mais ou menos á mesma hora uma pequena guloseima, leva o esquilo a fazer a analogia: DONO = GOLOSEIMA, e assim percebe que a presença do dono não constitui uma ameaça, mas sim comida.

É lógico que nem em todos os casos este truque resulta, no entanto, o facto dos esquilos serem muito gulosos pode ajudar bastante à obtenção de resultados satisfatórios.


Outro factor que tem tanta importância como a alimentação é a água. Os esquilos deverão de ter sempre à disposição uma "garrafa" própria para roedores com água, devendo mudá-la de dois em dois dias especialmente no Verão, quando a água tem tendência para ficar mais choca. Não se deve de deixar a água acabar pois isso poderá indicar que o esquilo necessitou de beber e não teve.


Tudo isto é o mínimo necessário para a manutenção de um esquilo em cativeiro, de qualquer forma compete ao dono "investigar" o que o seu esquilo mais gosta de comer, devendo ter sempre em conta a alimentação da espécie quando está na natureza.

...............(Continuação num outro post)

 

Pessoal eu espero bem que leiam os posts deste meu blogue,pois como não comentam eu acho que vocês não acham piada a este blogue e assim eu fico triste mas atenção pessoal caso vocês façam alguns comentarios neste blogue vão ganhar alguns premios-plaquinhas, portanto, pessoal, toca a comentar. mil beijinhos a todo o pessoal que vai ler isto.

publicado por gatinhafofa às 12:40
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Cuidados a ter com os esq...

. Cuidados a ter com os esq...

.arquivos

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.Visitas

contador gratuito
blogs SAPO

.subscrever feeds